27 novembro 2018

O desconector apresenta uma fuga...o que fazer?

O desconector é um dispositivo de proteção da rede hídrica contra o refluxo de águas potencialmente contaminadas e nocivas para a saúde humana na rede de abastecimento pública.

Este dispositivo, no caso de variações de pressão na rede de distribuição, é capaz de fechar, através de retenções apropriadas, a via de entrada e de saída e de descarregar a parte contida na câmara de pressão reduzida, de modo a que os líquidos a montante e a jusante não entrem em contacto. 

Para proteger este dispositivo, é sempre recomendável instalar, a montante, um filtro que retenha as impurezas presentes na água, de modo a que não se depositem nas sedes das retenções ou que obstruam o canal que, através da pressão da água, controla o diafragma e a via de descarga.

Todavia, a sujidade pode mesmo comprometer o funcionamento do desconector, provocando um gotejamento contínuo; esta fuga de água não significa uma rotura no dispositivo, mas simplesmente a necessidade de manutenção.

 

 

No desconector série 574 é, de facto, possível, de uma forma simples, verificar as condições dos componentes internos e proceder à sua limpeza ou, eventualmente, à sua substituição.

Com efeito, abrindo a tampa superior do desconector, após seccionamento do dispositivo e depois de descarregada a pressão, é possível aceder-se à câmara de pressão reduzida, onde se podem verificar as condições do diafragma, do obturador e das retenções de montante e de jusante, efetuar a sua limpeza ou eventual substituição.


Aqui está o nosso tutorial sobre a manutenção do desconector 574 (tipo BA)

 

 

Comentários