21 junho 2017

Como instalar separador hidráulico, separador de microbolhas de ar e separador de sujidade quando o espaço existente é reduzido?

Frequentemente, no interior das centrais térmicas, o espaço à disposição para a instalação de todos os componentes fundamentais ao bom funcionamento da instalação é verdadeiramente exíguo. 

De facto, basta ter em consideração que, para o funcionamento correto das bombas de circulação, particularmente quando existem várias linhas de distribuição, cada uma delas alimentada por um circulador, torna-se essencial a introdução de um separador hidráulico para garantir uma quantidade suficiente de fluido vetor a cada dispositivo.

Um outro ponto fundamental para a salvaguarda de toda a instalação é a remoção do ar presente, seja o não expelido durante o enchimento, seja aquele sob a forma de microbolhas diluídas na água. De facto, o ar pode gerar quer fenómenos de corrosão quer de cavitação, que danificam as válvulas e as tubagens, para além do ruído que provocam em toda a instalação.

Para ser possível remover o gás do fluido vetor, é necessário instalar dispositivos denominados por separadores de microbolhas de ar, capazes de reter as microbolhas graças à sua configuração especial e de expelir o ar através do purgador de ar automático situado na sua parte superior.

Além disso, deve ser considerado que no interior de um circuito fechado, apesar de se ter executado uma lavagem completa antes do arranque da instalação, encontram-se sempre impurezas a circular que poderão obstruir o permutador da caldeira, reduzir as secções de passagem das várias válvulas de regulação e mesmo bloquear as bombas. Para prevenir também este tipo de problema, é necessário proceder à introdução de separadores de sujidade, capazes de fazer precipitar as impurezas e de as reter na sua câmara de recolha antes que atinjam os componentes mais delicados.

Sendo a maior parte destas impurezas de natureza ferrosa, a melhor solução será utilizar separadores magnéticos, isto é, dotados de um íman capaz de atrair este tipo de sujidade.

A instalação de todos estes componentes implica a ocupação de bastante espaço, de que frequentemente não se dispõe.

SEP4 integra estes produtos num único componente, mantendo a dimensão tradicional de um simples separador hidráulico.
Na parte superior deste separador hidráulico encontra-se o purgador de ar automático, nas linhas de passagem de ida e retorno fora inseridas duas superfícies reticulares que ajudam a reter as microbolhas de ar e a fazer cair as impurezas, enquanto que na parte inferior foi aplicado um íman amovível, para reter as partículas ferrosas, e a torneira de descarga para a limpeza periódica.

Comentários