18 novembro 2022

O que sabe sobre aditivos químicos? Respostas a algumas perguntas frequentes.

Os aditivos químicos da Caleffi suscitaram uma série de questões às quais tentaremos responder neste artigo.

  • Como utilizar os aditivos químicos nas instalações

  • Máxima segurança no uso de aditivos químicos

  • Utilização com piso radiante

  • Manutenção e verificação da instalação

Como utilizar os aditivos químicos nas instalações?

Como inserir os aditivos químicos na instalação?

É possível introduzir facilmente os aditivos na instalação através do separador de sujidade DIRTMAGPRO® série 5457, com válvulas de esfera. Para tal, basta fechar as válvulas de interceção (após ter desligado o circulador) e descarregar a água contida no separador de sujidade. O dispositivo pode conter 500 ml de aditivos para limpeza ou tratamento da instalação.

Posso utilizá-los em qualquer tipo de instalação e com qualquer material?

Sim. O C3 CLEANER e o C1 INHIBITOR foram desenvolvidos para serem compatíveis com ferro, aço macio, aço inoxidável, latão, cobre, alumínio, e não danificam plásticos e borrachas (incluindo guarnições e tubos em plástico). São, portanto, adequados para todos os componentes geralmente usados ​​na realização das instalações de aquecimento. Também podem ser usados ​​com todos os tipos de propileno glicol.

Máxima segurança no uso de aditivos químicos

Estes produtos são perigosos ou irritantes e devem ser usados ​​com cautela?

A sua composição é neutra, não agressiva e não contém substâncias tóxicas. Podem, portanto, ser facilmente manuseados, pois são classificados como "não perigosos". Como todos os produtos químicos, porém, devem ser utilizados por pessoal qualificado e com os cuidados necessários para evitar inconvenientes desagradáveis, como o contacto com os olhos, por exemplo.

Utilização com piso radiante

O produto para a limpeza da instalação C3 CLEANER também pode ser utilizado em instalações de piso radiante?

Absolutamente sim. É simplesmente necessário aumentar o tempo de circulação no interior da instalação. Relembramos que é necessário pelo menos 1 hora de circulação se a temperatura da água for superior a 50 °C, e pelo menos 4 horas de circulação se a instalação funcionar com água entre 30 °C e 50 °C. A limpeza pode durar até uma semana se for feita com água fria.

O C1 INHIBITOR também é adequado para a proteção de instalações de piso radiante?

Sim, com certeza, pois foi projetado para instalações quer de alta quer de baixa temperatura. Nas instalações de piso radiante é recomendado unir o aditivo C1 INHIBITOR ao C7 BIOCIDE, um biocida universal que previne o crescimento de algas e bactérias.

Manutenção e verificação da instalação

Devo descarregar a instalação depois de ter feito circular o C3 CLEANER?

Não é necessário descarregar completamente a instalação. No entanto, recomenda-se descarregar as impurezas contidas no separador de sujidade para as remover da instalação. A descarga de água do separador de sujidade deve continuar até começar a sair água limpa (ou seja, até que todas as impurezas tenham sido removidas).

Após inserir o C3 CLEANER, é necessário ligar o circulador?

Sim. A introdução do C3 CLEANER sem circulação de água anula o seu poder desincrustante. É absolutamente necessário circular a água para permitir a limpeza de todo o sistema.

É necessário verificar com algum instrumento se a dosagem do C1 INHIBITOR está correta?

Não é necessário verificar a concentração do produto no interior da instalação, pois é sempre aconselhável uma sobredosagem de C1 INHIBITOR. Em caso de dosagem insuficiente, de facto, o tratamento não é eficaz.

Com que frequência o C1 INHIBITOR deve ser substituído?

Nunca é necessário substituir o produto. Recomenda-se repetir a aplicação todos os anos para manter o seu elevado poder de proteção.

É possível inserir o C1 INHIBITOR numa instalação tratada com C3 CLEANER?

É conveniente. Antes de inserir o aditivo C1 INHIBITOR é sempre aconselhável efetuar a limpeza da instalação com o C3 CLEANER, mesmo no caso de instalações novas.

Para que serve a etiqueta presente na tampa do frasco?

A etiqueta deve ser preenchida com a data em que o C1 INHIBITOR foi inserido na instalação. Ao aplicá-la na caldeira, torna-se um útil lembrete para o técnico de manutenção quanto ao tipo de produto utilizado e à data da sua introdução.

Veja o vídeo sobre a proteção e a manutenção das instalações.

 

 

Last modified: 
22 novembro 2022
PARTILHAR EM: