12 abril 2017

Em que posições posso instalar um comando termostático num radiador?

Nesta fase de requalificação energética das instalações, em que estamos obrigados a instalar os contadores de energia em cada radiador, deparamo-nos com a necessidade de prever também os sistemas de termorregulação adequados, a fim de permitir ao utilizador final a gestão da quantidade de calor consumida, em função das suas necessidades.

Nem sempre é possível recorrer à válvula de zona gerida por um termóstato, ou melhor ainda, por um cronotermóstato, por isso é necessário recorrer a uma solução diferente: as válvulas termostáticas. Todavia, mesmo este tipo de solução comporta problemas de instalação, que por vezes comprometem o seu funcionamento correto, em particular modo o seu posicionamento. A posição correta para instalar o dispositivo é na tubagem de ida para o radiador, respeitando o sentido de fluxo indicado na válvula pela seta, com o manípulo na horizontal, de modo a que o sensor termostático não seja influenciado pela temperatura do radiador.

 

A instalação da válvula com o manípulo na vertical é desaconselhada, já que o fluxo de calor que deriva do radiador influencia a temperatura detetada pelo sensor, gerando um fecho prematuro do dispositivo. Utilizando os comandos termostáticos, podemo-nos deparar com outros problemas, que podem influenciar a deteção da temperatura, e assim apresentar uma regulação não correta e comprometer o conforto do espaço; as mais comuns são a instalação em nichos, a exposição direta aos raios solares, a cobertura do sensor com cortinas ou com um rebordo demasiado saliente. Em todos estes casos, vai-se criando uma zona em que o calor emitido pelo radiador “estagna” em volta do sensor termostático, e este último detetará assim uma temperatura decididamente superior àquela realmente presente no espaço, razão pela qual se gerará um fecho prematuro do comando e, consequentemente, uma temperatura ambiente inferior à de conforto desejada. Nestes casos, a solução passa por utilizar comandos termostáticos com sensor à distância. De facto, este tipo de regulador permite utilizar o sensor remotamente numa posição que seja capaz de detetar a temperatura correta, e assim regular corretamente a abertura da válvula, de modo a garantir a potência correta emitida pelo próprio radiador. De facto, com este tipo de comando é possível deslocar o sensor de temperatura (1) para o exterior da zona influenciada pelo radiador.

 

Para uma correta instalação do comando existem duas possibilidades: 1) no exterior de saliências ou rebordos que possam bloquear o fluxo de calor, a cerca de 1,50 m de altura do pavimento; 2) sob o limite inferior do radiador, tendo o cuidado para que o sensor se posicione a 10 cm do pavimento. Uma vez instalado corretamente o sensor à distância, poderá regular-se a temperatura ambiente com base na tabela indicada na folha de instruções.

 

 

Last modified: 
13 abril 2017
PARTILHAR EM: