07 junho 2017

Como utilizar um Sepcoll?

Frequentemente, as centrais térmicas ou os locais técnicos não reservam espaço para a instalação de vários componentes que garantem o funcionamento correto de uma instalação de climatização.

Por este motivo, é essencial que os próprios componentes sejam o mais compactos possível, de modo a simplificar as operações dos técnicos. Dispositivos como a série 559 Sepcoll cumprem exactamente esta função, pois, de facto, incorporam num único produto quer o separador hidráulico (1) quer o coletor de distribuição (2) a que depois serão ligados os grupos de mistura e os diretos, com ligações já predispostas com porca móvel e entre-eixo para encaixe rápido.

O Sepcoll pode ser instalado em qualquer posição, invertendo a parte superior pela inferior e/ou a entrada primária da direita pela da esquerda, sob a condição de serem respeitadas as ligações hidráulicas, de acordo com a etiqueta específica posicionada diretamente no produto. Uma vez escolhida a ligação do primário superior (ou inferior) como sendo a ida da caldeira, é importante que as idas do lado secundário estejam ligadas à mesma câmara, de modo a não cruzar os fluxos, gerando descompensações e temperaturas não adequadas aos terminais que se irá alimentar.

 

Por exemplo, com a chegada do primário pela esquerda, conectada à ligação superior do Sepcoll 3+1, a câmara de ida será a superior, a que estão ligadas as derivações de direita, por isso será importante escolher grupos de regulação que tenham a ida à direita.

 

 

 

 

 

No caso da ida do primário estar ligada à derivação inferior, o lado da ida será o da esquerda, por isso é necessário optar pelos grupos de regulação com ida à esquerda.

 

 

 

 

 

Para simplificar a escolha, alguns grupos pré-montados, como as séries 166 e 165 apenas para aquecimento, têm a possibilidade de ser convertidos diretamente na obra, enquanto que outros, como as séries 167, 167…WYP e 165 WYP, devem ser previamente escolhidos em função do lado em que se pretende a ida.

Comentários