10 novembro 2017

Como evitar que o ar seja aspirado pelo circulador através de um purgador de ar automático?

Os purgador de ar automáticos são componentes fundamentais para eliminar as acumulações de ar nas instalações de climatização. Se mal instalados, todavia, podem ser contraproducentes para o funcionamento de toda a instalação.

O princípio de funcionamento do purgador é baseado no movimento da boia: se no interior da câmara existir ar, a boia irá baixar, abrindo assim a via de descarga para deixar passar o ar.

No caso do purgador de ar automático ser instalado na proximidade da aspiração de um circulador, a depressão gerada pelo próprio circulador será capaz de esvaziar o fluido da câmara.

O consequente abaixamento da boia leva à abertura da via de descarga, mas estando o componente numa situação de pressão negativa, em vez de permitir a saída de ar, obtém-se o fenómeno contrário: a aspiração. De modo a evitar que tal ocorra, uma boa conduta será verificar o posicionamento do purgador de ar automático, evitando a posição acima descrita, mas é verdade que, por questões práticas e de projeto, algumas vezes não é possível instalá-lo de outro modo.

Nestes casos específicos é possível utilizar a válvula antiaspiração 5621.

Este dispositivo específico é instalado na via de descarga do ar e tem a função de retenção: permite apenas a saída de ar.

No caso de se verificar o fenómeno acima descrito, o elemento interno à válvula antiaspiração fecha a passagem de descarga, evitando que o ar possa entrar indesejadamente nas tubagens do sistema de climatização.

DESCARREGAR CATÁLOGO TÉCNICO DOS PURGADORES DE AR AUTOMÁTICOS (EN)

Comentários