30 junho 2021

A importância de proteger a rede hídrica pública com válvulas antirrefluxo

PROTEGER A QUALIDADE DA ÁGUA DA REDE PÚBLICA EVITANDO O REFLUXO

A água potável, transportada pela rede de abastecimento pública, pode sofrer contaminações causadas sobretudo pelo retorno de fluido contaminado, proveniente de instalações ligadas diretamente à rede principal. A causa do refluxo pode ser atribuída a uma variação da diferença de pressão que tem como consequência a inversão, num determinado ponto da instalação, da direção normal do fluxo. Este fenómeno, denominado “inversão do sentido de fluxo”, verifica-se quando:

a) a pressão na rede pública é inferior à pressão existente no circuito derivado (sifonagem inversa). Esta situação pode ocorrer, por exemplo, devido a uma rutura da tubagem da rede pública e consequente manutenção, ou devido a consumos substanciais por parte de outros pontos de utilização, como por exemplo, sistemas anti-incêndio ligados a montante.

b) no circuito derivado ocorre um aumento de pressão (contrapressão) devido, por exemplo, à entrada de água bombeada de um poço.

 

INSTALAR DISPOSITIVOS ANTIRREFLUXO COM BASE NA AVALIAÇÃO DO RISCO DE POLUIÇÃO

Identificada a perigosidade do fenómeno e verificadas as disposições ditadas pela norma existente, deve ser realizada uma avaliação do risco de poluição por refluxo, de acordo com o tipo de instalação e as características do fluido.
Com base no resultado dessa avaliação, efetuada pelo projetista e pela entidade distribuidora de água, deve escolher-se o dispositivo de proteção mais adequado, o qual deverá ser posicionado ao longo da rede de distribuição, nos pontos de risco de refluxo nocivo à saúde humana. Apresentamos abaixo a “Matriz de Proteção”, redigida com base nas indicações fornecidas pela norma europeia EN 1717. A tabela não é, obviamente, exaustiva.

Para aprofundar a problemática da contaminação da água potável e consultar toda a gama de dispositivos antipoluição disponibilizada pela CALEFFI, faça download do guia abaixo.

dOWNLOAD DO GUIA "DISPOSITIVOS ANTIPOLUIÇÃO"