20 dezembro 2018

Caleffi no sopé do Evareste

Descobrimos uma válvula de radiador Caleffi num local extraordinário

Houve quem subisse a 5.000 metros de altura, mesmo no sopé do Evereste e entrasse no Laboratório/Observatório Internacional Pirâmide. Essa mesma pessoa, explorando o interior do Laboratório/Observatório, dedicado à pesquisa científica em altitude, encontrou inesperadamente uma nossa válvula instalada num radiador e enviou-nos a fotografia. É extraordinário pensar que estamos presentes num local tão incomum, maravilhosamente imerso num cenário tão poderoso.

Daquilo que se pode ler no site da Associação Ev-K2-CNR, a Pirâmide rapresenta um recurso único dentro do seu género, mesmo em termos energéticos - o aspeto mais próximo à nossa atividade principal: o laboratório é autossuficiente e é alimentado por um sistema híbrido composto por uma pequena central hidroelétrica e por um sistema de painéis solares.

Obrigada ao nosso amigo Piero Sagliaschi pelas belas fotos (podem vê-las na galeria abaixo).