27 Setembro 2018

Como funcionam os grupos de circulação solar?

Os sistemas de água quente solar precisam, não apenas de uma bomba circuladora, mas também de um conjunto de componentes, que garantam o correto e eficiente funcionamento da instalação.

É fundamental ter a vazão sobre controle, seja através de válvulas de balanceamento e/ou com centrais de comando. Não menos importante que a vazão é a parte de segurança com as válvulas adequadas e ligações para vasos de expansão. A aferição de leitura de temperatura e pressão estática na instalação, também são muito importantes, tanto na fase de comissionamento como nas manutenções periódicas. Especialmente na fase de comissionamento, os grupos possuem um jogo de registros para fazer a carga/descarga da instalação e limpeza dos detritos em fase de instalação. Estes registros fazem um bypass à bomba circuladora para evitar que esses detritos a possam bloquear. O grupo mais completo possui também um separador de ar que vai captando o ar que foi ficando na instalação durante a fase de montagem e até algum ar que se forme por aquecimento da água nas placas. Para otimizar a retirada das microbolhas pode optar-se por um separador de microbolhas dedicado da série 251. Todos estes componentes estão juntos em um único bloco, isolado termicamente com um “casulo” desmontável em PPE.

A série de componentes mostrado no vídeo é a 278 e 279.

Pode baixar as instruções


Também dispomos de literatura técnica sobre sistemas solares, onde pode estudar vários diagramas, sistemas e aprender sobre dimensionamento dos componentes.

Hidráulica 25 Hidráulica 27